Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Notícias

A importância do uso dos jalecos

Com o objetivo de prevenir de contaminação por agentes infecciosos, é recomendado aos profissionais da saúde que adotem medidas de biossegurança, principalmente aos que trabalham em áreas insalubres, com risco variável.

Muito utilizado por profissionais da saúde, o jaleco é uma peça de roupa, normalmente branca, utilizado como mais uma barreira do corpo contra substâncias químicas e micro-organismos. Devem ser utlizados somente em ambientes de trabalho como hospitais, laboratórios, clínicas, etc. Normalmente são usados por médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, acadêmicos de cursos da área da saúde, etc.

O jaleco pode ser encarado como fonte de contaminação e como um equipamento de proteção individual na prevenção das infecções. Portanto, são necessárias campanhas educativas no sentido de orientar os profissionais de saúde sobre o uso de jaleco.

A contaminação da pele e vestimentas (roupas) por respingos e por toque é praticamente inevitável em hospitais e ambulatórios, assim como em consultórios odontológicos. Desta forma, os jalecos dos profissionais da área de saúde, passam a ser o primeiro sítio de contato em termos de indumentária com a pele, líquidos e secreções dos pacientes, tornando-se com isto um verdadeiro fômite.É importante também que os profissionais da saúde estejam conscientizados sobre a utilização de técnicas assépticas e o estabelecimento de normas, condutas e procedimentos que garantam ao profissional e ao paciente um tratamento sem risco de contaminação.

O emprego de práticas seguras como o uso do jaleco, reduz significativamente o risco de acidente ocupacional.

Fonte: dortler.com.br

.......................................................................................................................................................................................................

Uniforme Escolar | A importância do Uso

Descrição: uniforme-escolar1Boa parte das escolas opta pelo uso do uniforme escolar para as crianças e adolescentes. É um item prático tanto para os alunos quanto para você, já que as roupas do dia a dia são caras e desgastam com facilidade. Sem contar o fato de que as crianças sempre buscam chamar a atenção de alguma maneira e a escola se torna um desfile de moda ao invés de um local de estudos. Além disso,  usar uniforme evita situações constrangedoras como temos visto nos últimos dias na mídia, que é a escola exigir que a aluna volte para casa por estar usando roupas inadequadas ao local de estudo!

Utilizando o uniforme,  nem a escola tem do que reclamar e nem o aluno terá problemas em passar por constrangimentos!!!!

É por isso que as escolas estabelecem que os alunos devam se vestir da mesma maneira. Osuniformes escolares começaram a ser usados em 1890 nas escolas que formavam professores e gradativamente começaram a ser adotado em outras escolas até se tornar item essencial em qualquer estabelecimento de ensino tantopúblico quanto particular.
Descrição: uniforme-escolar11

Infelizmente algumas escolas públicas já não exigem mais o uso do uniforme, antigamente era padrão toda escola particular ou pública o uso do uniforme era essencial, e ressaltamos que o uso de uniforme nunca ocasionou trauma em ninguém; ao contrário , os alunos tinham orgulho em exibir seu uniforme e dizer que faziam parte desta ou daquela escola, seja ela pública pu privada.
Os uniformes, além de padronizar os alunos ainda trazem as cores, o nome e o símbolo da escola. Tudo de fácil identificação para quando se olhar para a peça de roupa saber de que escola o estudante é.

Apesar dos alunos não gostarem muito dessa padronização e às vezes darem um jeito de mudar a vestimenta, o uniforme é importante já que evita que a sala de aula se transforme em um local multicolorido que chame a atenção pelas roupas e não pelo conteúdo. Além disso, usar o uniforme faz com que o aluno desenvolva o sentimento de que pertence e faz parte ativa de um grupo. Isso ajuda a desenvolver a parte social das crianças.

Além de tudo isso, o uniforme serve para igualar todas as classes sociais dentro da escola para não haver distinção entre ricos e pobres. Todos estão lá para aprender, independente da classe social, todos são iguais e é isso que as crianças devem aprender.

Cada escola faz o modelo e tipo de uniforme que desejar. Umas escolhem saias para as meninas ou calça social para os rapazes. Mas o mais comum ainda é o uso de agasalhos, moletons, malhas, camisetas e tênis.

O importante é que você incentive seu filho a usar corretamente o uniforme e tente fazer com que ele compreenda a importância do uso do mesmo!
Imagens: Uniformes Adidas

Fonte: http://www.bigmae.com

.......................................................................................................................................................................................................

Uniforme. O porque de investir.

Há alguns anos atrás, o uniforme era visto como uma peça de roupa para o trabalho, e nada além disso. Nos últimos anos, porém, com a entrada das multinacionais no mercado e a criação de departamentos de marketing em pequenas, médias e grandes empresas, este conceito mudou. Hoje, mais do que uma roupa, o uniforme é visto, não só pelos empresários mas também por seus clientes, como uma forma de comunicação, um diferencial responsável pela identificação de uma empresa.

O uniforme transformou-se em um cartão de visitas, e, para muitos clientes, sinônimo de confiança e até de higiene em alguns segmentos de mercado. Mas a importância do uniforme vai além de uma boa comunicação, pois os empresários brasileiros já começaram a perceber que a relação custo/benefício na co

mpra de uniformes para o funcionário é favorável às empresas.
A uniformização oferece, além dos já citados, outros tipos de benefícios, tais como segurança em situações de risco, conforto, auto-estima dos funcionários e boa impressão do público externo em relação à imagem da empresa.

Fonte: http://www.ragus.com.br/uniformizar.htm

.......................................................................................................................................................................................................

Uso de uniforme

A origem do uniforme teve início com a necessidade de se identificar as pessoas que exerciam determinadas funções. O fardamento ou uniforme usam-se em diversos contextos, como na saúde, na aviação, no Exército, Aeronáutica, Marinha, escolas, funcionários de determinadas instituições governamentais e públicas também.

O uso do uniforme ou farda é visto por algumas pessoas  com muitas vantagens. É muito cômodo e muito prático, já que financeiramente falando se economiza as próprias roupas; também podemos salientar que o uso  do uniforme evita a competição por quem tem mais roupas caras e de marcas famosas. Também podemos citar como vantagem a facilidade de identificar funcionários de  uma empresa através de seu uniforme

O uniforme que antigamente servia apenas para padronizar, hoje constitui um elemento à disposição das empresas que procuram diferenciais para marcar sua imagem.

Quando uma empresa decide adotar um uniforme, deve estar atento para a praticidade do uso do mesmo, observando a facilidade e comodidade no uso diário e também as cores que serão utilizadas para que o mesmo não se torne extremamente cansativo para quem usa.

Felizmente, hoje em dia, os uniformes estão cada vez mais adaptados as tendências da moda e, principalmente, estão sendo criados modelos que para além de práticos, são visualmente estéticos e alinhados.

Pontos essenciais a serem observados pela empresa antes de criar um uniforme:
1 -  Objetivo da Uniformização;

2 -  Estar atento a Imagem da Empresa (Formal ou Informal);

3 - Temperatura do Ambiente em que os uniformes serão utilizados pelos funcionários;

4 - Quantas pessoas irão utilizá-lo;

5 - Será um uniforme padronizado para todos os setores ou não?;

6 - Verificação de utilização em cada departamento, e estar atento para a tendência de utilização de tecidos inteligentes;

* Tecidos Inteligentes: são tecidos especiais para confecção de uniformes como por exemplo,uniformes feitos com materiais que não amassam e ao mesmo tempo evitam o odor de suor. Anti estático para quem trabalha em electricidade e electrónica. Tratamento anti gorduras, com finalidade de repelir gordura e agua, para quem trabalha dentro das cozinhas.

7 -
 Periculosidade da área de trabalho;

8 - Estar atento para diversidade de biótipos em sua empresa;

9 - Funcionalidade para as mulheres, oferecendo opção de calça e saias;

10 - Não esquecer dos acessórios referentes a cada departamento da empresa, como por exemplo:

Sapatos
Botas
Bonés
Toucas
Camisa
Camisola de Frio
Blazer
Calças
Saias
Vestidos
Sobretudos
Aventais
Lenços

12-
 Possibilidade de criação na empresa de uma 'comissão de funcionários' destinada a participar juntamente com a diretoria da empresa, na escolha e decisão dos modelos, cores, e materiais a serem utilizados na confecção do uniforme.

Fonte: SOBRE.COM.PT

.......................................................................................................................................................................................................

Agito Final informa

Entre os dias 5 e 9 de março a Agito Final entrará em recesso devido ao feriado de Carnaval. Abriremos normalmente na quinta, dia 10. Aproveitamos para desejar um ótimo feriado a todos os nossos clientes!

.......................................................................................................................................................................................................

Usar jaleco fora de hospital é um risco para saúde

A matéria abaixo do Globo.com foi divulgada no Jornal Nacional em maio de 2009. Trata-se do risco à saúde quando os jalecos são usados fora do local de trabalho.

Fica a dica da Agito Final que possui jalecos de vários modelos, mas o mais importante é não transformá-lo em um agente transmissor de doenças.

Usar jaleco fora de hospital é um risco para saúde
Profissionais saem de UTIs e vão até lanchonetes com o traje de trabalho. As bactérias pegam carona no tecido e 90% delas resistem por até 12 horas na roupa.

Fim de expediente em Belo Horizonte e muita gente vai embora com o jaleco usado no trabalho. O mau hábito é repetido em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. É do hospital, direto para a rua.

Na capital paulista, é direto para o restaurante. Nas calçadas próximas a um hospital, é comum ver gente vestida com o uniforme e até com toucas de proteção. Em Fortaleza, é a mesma coisa nas calçadas e dentro de lanchonetes.

Segundo uma portaria do Ministério do Trabalho, os profissionais da área da saúde só devem usar o uniforme nos locais de trabalho. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária não tem uma regra específica, mas reconhece que há risco.

“O grande problema é o profissional de saúde levar, através das suas roupas e vestimentas que ele usou no hospital, infecções do hospital para a sua família e com as pessoas que ele convive fora do ambiente hospitalar”, explicou Eder Murari Borba, gerente da Anvisa.

Um estudo da Universidade Federal do Rio mostra que bactérias pegam carona no tecido e 90% delas resistem por até 12 horas na roupa. Na capital mineira, até quem trabalha em UTI sai com a vestimenta e touca para comprar lanche na calçada.

“Esse aparato avental é uma proteção para o indivíduo para que ele não contraia nenhuma contaminação, nenhum respingo, nenhuma sujeira. E isso então deve estar restrito a sua área de trabalho”, orientou Cristina Martins Vieira, especialista em biossegurança.

Fonte: Globo.com

.......................................................................................................................................................................................................

Camisetas de formatura é na Agito!

Em ano de formatura os estudantes ficam todos animados, fazem planos e começam a se preocupar com os detalhes da festa. Outro ponto que também é valorizado pelos alunos é a questão da camiseta. Ela costuma ser confeccionada meses antes da formatura. A camiseta de formatura, em sua grande maioria, vem com os nomes dos formandos, uma frase de efeito e uma estética mais descolada. A Agito Final produz camisetas personalizadas para a sua formatura. Faça sua encomenda.


.......................................................................................................................................................................................................

Uniforme: quantos?

São práticos, fáceis de cuidar e as crianças ficam uma graça vestidas assim. Veja o que seu filho vai precisar.

Ainda que algumas crianças não gostem de usá-los, não dá para negar que os uniformes são uma mão na roda para os pais. Em primeiro lugar, porque são práticos. Afinal, gasta-se menos tempo de manhã para escolher a roupa quando as opções são pequenas. Além disso, embora exijam um investimento inicial, a conta acaba saindo mais barata no fim do ano. Imagine quantas peças são poupadas do desgaste do dia a dia das atividades escolares: sujeira, tinta, arranhões? Outra vantagem é que, dependendo do estado da roupa, ela pode ser herdada pelo irmão mais novo, meses depois.

A única dúvida que fica é quantos uniformes comprar no início do ano letivo. Em primeiro lugar, é preciso levar em conta a idade da criança. De bebê até o quinto ou o sexto ano de vida, seu filho vai precisar levar uma troca de roupa na mochila. Por isso, para essa faixa de idade, a dica é comprar cinco camisetas, três a quatro bermudas, três calças de moletom, duas calças de tactel e dois blusões. Quando for o ensino fundamental, o kit é reduzido para três camisetas, duas bermudas, dois blusões e duas calças, uma de cada tipo. Em cada peça, coloque o nome completo da criança, o ano e o período que ela cursa. Há também etiquetas de tecido que podem ser grudadas na roupa passando o ferro sobre elas por 30 segundos.

Fonte: Revista Crescer


.......................................................................................................................................................................................................

Uniforme: mais que roupa profissional, uma ferramenta de comunicação e
marketing


O uniforme profissional é muitas vezes essencial por causa da natureza do trabalho, como no caso de uniformes hospitalares e industriais. Mas uniformes tem outras funções tão importantes quanto à de oferecerem segurança no trabalho. Uniformes são ferramentas de comunicação interna e externa da empresa e, por isso, a escolha de um modelo de uniforme, assim como a compra de uniformes para sua empresa, deve levar em conta certos critérios:

01. Uniformes dizem para os funcionários quem faz o quê na empresa, e enfatizam a função coletiva ao invés da individualidade. Melhora o trabalho em equipe e diminui conflitos causados por uso inadequado de roupas impróprias para determinado ambiente.

02. Uniformes comunicam aos clientes da empresa seus valores e identidade. Quando seu funcionário se apresenta diante de seu cliente para realizar um serviço ou vender um produto, ele é, naquele momento, um representante da empresa. O uniforme deve ter a identidade visual de sua empresa, e deve ser feito sob encomenda. Cores e design devem se harmonizar com sua identidade visual, e deve causar no cliente impressão de confiabilidade e seriedade que ele
espera da relação com sua empresa.

03. Uniformes melhoram o desempenho do funcionário, seja quando oferece melhores condições de execução de seu trabalho, seja por valorizá-lo na empresa. Por isso mesmo uniformes profissionais devem levar em consideração fatores de segurança e ergonomia, sem deixar de lado elegância, beleza e qualidade.

04. Um uniforme bem projetado impressiona seu cliente, melhora a auto-estima do
trabalhador, e é uma ferramenta de comunicação visual interna e externa.

Fonte: Novoli


.......................................................................................................................................................................................................

Agito Informa

A Agita Final informa que, entre os dias 23 de dezembro e 2 de janeiro, entrará em recesso devido às festividades de fim de ano. Aproveitamos para desejar a todos os nossos clientes, fornecedores e parceiros um feliz Natal e um 2011 repleto de realizações.

.......................................................................................................................................................................................................

Agito Final apresenta novos uniformes para Stella

A Agito Final realizou na última sexta-feira, dia 3 de dezembro, no Multiplace, na festa de 108 anos do Colégio Stella Matutina , um desfile de apresentação dos novos modelos de uniformes.

A instituição de ensino decidiu renovar para 2011 seus modelos e a Agito foi a empresa responsável por apresentar as novas propostas. O evento contou ainda com desfile dos modelos dos uniformes desde a década de cinquenta até os dias atuais.

Em breve, em nosso site, uma enquete para escolha dos novos modelos. Participe!

.......................................................................................................................................................................................................

CURIOSIDADE: Por que mestre cuca usa aquele chapéu branco?

O chapéu de cozinheiro surgiu na França, por volta de 1630, numa época em que a função de cozinheiro era considerada tão importante que eles até recebiam o título militar de officiel de bouche (oficial da boca).

Dentro da cozinha existia uma hierarquia e as alturas variáveis dos chapéus identificavam o posto exercido por cada um, sendo que o chef usava sempre o chapéu mais alto enquanto os auxiliares mais simples vestiam apenas um boné.

Na França, os chapéus dos chefs são chamados de toque blanches. No Brasil apenas emprestou-se o nome 'toque', do francês, sem tradução. O chapéu, além de ser alto por uma hierarquia, serve para evitar que os fios de cabelo caiam, além de ajudarem na refrigeração da cabeça.

Fonte: Extensão Sala de Artes

.......................................................................................................................................................................................................

Tamanhos de roupas infantis vão ser padronizados

Os tamanhos de roupas de bebês e crianças não serão mais relacionados apenas à idade. Agora, as confecções também poderão mencionar na etiqueta medidas como estatura, circunferência do tórax e cintura. A norma ABNT NBR 15.800 - Vestuário – Referenciais de medidas do corpo humano – Vestibilidade de roupas para bebê e infanto-juvenil, foi proposta pela Associação Brasileira do Vestuário (Abravest), em parceria com a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

O objetivo é facilitar as vendas, evitar trocas de peças e, principalmente, favorecer as compras pela internet e a exportação. A adesão à nova medida não é obrigatória, mas devem ser adotadas pelas indústrias têxteis por exigência dos consumidores. A coleção de inverno deste ano já deverá chegar às lojas com etiquetas seguindo o novo padrão. Cabines com leitura computadorizada já estão tirando as medidas dos adultos.

.......................................................................................................................................................................................................

Agito Final lança novo site

Agora a Agito Final conta com mais um canal de comunicação. Ampliando ainda mais seus horizontes, a loja de confecção de uniforme conta agora com uma página na web. O layout clean, funcional e dinâmico preza à fácil navegabilidade e evidencia os produtos oferecidos pela empresa. O website da Agito Final é um projeto da Futuro Comunicação.

.......................................................................................................................................................................................................
Atenção às normas técnicas dos uniformes!

Após parceria com a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), os uniformes escolares precisam seguir algumas normas para manter a qualidade dos produtos vendidos. Um dos objetivos do grupo de uniformes da Associação Brasileira do Vestuário (ABRAVEST) para padronizar as peças é reduzir a quantidade de artigos que encolhem, perdem botões, sofrem variações de cores e desbotam mesmo com pouco tempo de uso. Os estudos para criação de um parâmetro para o setor começaram a ser feitos há cerca dois anos e resultou na criação da norma ABNT NBR 15778:2009 - Uniforme escolar - Requisitos de desempenho e segurança.

A norma estipula, por exemplo, a resistência das peças à lavagem e ao suor, determina padrões para o encolhimento das roupas e parâmetro de segurança dos uniformes. Os uniformes escolares serão testados, periodicamente, pelos laboratórios Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).



Fonte: ABNT


.......................................................................................................................................................................................................
Rua São Mateus, 655. São Mateus. CEP: 36025-001 - Juiz de Fora – MG
32-3232-2226 e 32-3215-3577
Todos os Direitos Reservados | 2010